5 razões de deixar de fumar

deixar de fumar

Deixar de fumar é um passo importante na conquista de um estilo de vida verdadeiramente saudável. Sendo o tabagismo um vicio tão nefasto, fazer todos os possíveis para eliminá-lo da sua vida é essencial para que consiga contornar todos os efeitos nocivos que podem advir deste hábito tão perigoso.

Muitas são as razões que justificam a importância de colocar definitivamente o tabaco de parte. De seguida, listaremos apenas cinco das mais importantes, para que encontre toda a motivação de que necessita para fazer face a este vicio persistente.

Envelhecimento prematuro da pele

Fumar pode fazer a sua pele parecer consideravelmente mais velha. Ao comprometer a circulação sanguínea e afectar a produção de colagénio, as toxinas do fumo do tabaco potenciam o aparecimento de rugas e a perda de elasticidade da pele, comprometendo assim o seu aspecto saudável. Ao deixar de fumar poderá reverter alguns destes efeitos e recuperar o bom aspecto da sua pele.

Doenças cardiovasculares

Está mais do que provado que a nicotina pode comprometer o bom funcionamento de todo o sistema cardiovascular e aumentar expressivamente as probabilidades de desenvolvimento de problemas do coração. Estima-se que quem fuma tenha cerca de duas vezes mais de probabilidades de vir a sofrer ataques cardíacos do que quem não fuma. O risco de trombose é, também, mais elevado entre quem apresenta o vicio do tabagismo.

Perda de dentes

Para além de escurecer os dentes, o tabaco pode, também, potenciar a queda dos mesmos. Este cenário tende a ocorrer devido ao facto das substâncias químicas contidas no fumo do tabaco apresentarem a capacidade de comprometer a integridade das gengivas, fomentando assim doenças periodontais que, em casos mais avançados, podem mesmo levar à perda de dentes. Se quer preservar a sua dentição, então o melhor mesmo é começar a pensar em deixar de fumar.

Cancro

O tabaco representa uma das principais causas de diversos tipos de cancro, entre eles cancro do pulmão, boca, esófago, garganta, entre outros. Quanto mais cedo deixar de fumar, maiores serão as probabilidades de conseguir viver até uma idade bem avançada sem nunca experienciar nenhum destes problemas.

Impotência sexual

Já foi demonstrado que as toxinas presentes no tabaco podem, de facto, comprometer a qualidade da performance sexual masculina, podendo mesmo, em alguns casos, causar disfunção eréctil total. Para além de deteriorar o desempenho sexual, sabe-se que o tabaco pode, também, diminuir a fertilidade, uma vez que quem fuma tende a apresentar uma contagem de esperma consideravelmente mais reduzida. Ao abandonar o vicio poderá, no entanto, recuperar toda a sua vitalidade sexual num espaço de pouco tempo, bem como voltar a ter uma contagem de esperma dentro dos níveis aceitáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*